As flores de Setembro

Eu passava ali, naquele corredor de esperança, todos os dias. Involuntariamente, por ser parte do caminho, embora pense que se não fosse, forçaria a passar. As flores choviam da árvore, e elas eram brancas. Deixavam vestígios cor de neve no asfalto marrom sem vida. Elas estavam ali caídas, e apesar de não terem suas próprias vidas consigo, davam vida a tudo ao redor. Então pensei que vida não depende de vida. Dar vida a algo ou alguém não depende do seu viver. Do seu estado de espírito. Afinal, ali estava a prova, as flores mortas embelezando todo mundo em volta. Todos com seus respectivos olhares fixados em trajetos até o trabalho as sete da manhã, ou imaginando suas casas às seis da tarde. Tudo aconteceu de tal modo que ninguém parecia prestar muita atenção naquilo. E eu? Eu que prometia todos os dias parar ali para tirar uma foto da cena. Elas estavam mortas. Elas mereciam algum prestígio, o qual não recebiam de almas pairadas da vizinhança. Só que hoje passei ali de novo. E não tinham mais flores no chão, muito menos na árvore. Ela estava seca e morta. Bonita ainda assim, mas uma beleza bem menos esperançosa e mais peculiar. Aquela beleza que a gente precisa olhar de perto e observar como um todo para poder notar, sabe? Foi então todo o meu caminho percorrido acompanhado de filosofias vãs. Nada nos espera. A vida não espera. A fotografia não espera você ter tempo. As pessoas não esperam. E pelo visto, tão pouco a morte ou as flores mortas. Tenho de certa, porém, que nascerão novas flores. Pelo ciclo, estariam ali em algum momento, a embelezar certa fatia de vida. Mas do erro passado, devo mentalizar de que elas não vão me esperar. Hoje quando passei, só tinham no asfalto galhos secos e duas pombas. E eu me dei conta de que não era nada disso que eu queria. Eram só as flores que deixei passar.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s