Conversas alheias

Saí afobada, fiz menção de entrar no carro, a guia me atrapalhava de abrir a porta. Então voltei, puxei, puxei de novo, e abri. Entrei no carro, respirei fundo, óculos escuros, cinto de segurança, rádio, abri o vidro para enxergar melhor o retrovisor, bendita miopia. Então as duas senhoras por quem passara um pouco antes, e as quais conversavam calorosamente, pararam. Notei que claramente estavam em um dilema, e a certo ponto desse, me incluíram brevemente. ” Que dia é hoje, moça?”. Me senti pausadamente honrada. Afinal, para dilema notadamente tão importante, fui escalada. ” Hoje é dia nove. Eu acho”. Nunca sei dos dias, só sei em que dia da semana estou por pura conveniência. Sabe-se que é fevereiro pelo cheiro da chuva, dezembro pelas árvores de Natal, e assim vai. Mas naquele dia, mais que o mês e dia da semana, eu sabia. Eu sabia a mais. Tinha a data na ponta da língua.
E foi então que senhora número um disse ” Nossa, dia nove, será que é hoje?”, ao que Senhora número dois respondeu, ” Talvez seja sim, acho que é”. E eu fiquei lá, no silêncio do meu carro, com o motor ruindo, me questionando o que seria hoje. A festa de aniversário da neta? Dia que saí pão doce na padaria? Dia de pagar a previdência? Venceria algum prazo? Morreria alguém? Estaria prevista a passagem de um meteoro bem próximo a terra? Será que estavam programando uma manifestação coletiva e ninguém me avisou? Hoje era o dia de caminhada, da hidroginástica, de ir ao médico, de tomar sol, de uns drinks em qualquer hotel da cidade? Dia de alguém finalmente sair da prisão? Hoje é dia de ver pôr-do-sol, de ser babá das crianças, da festa do pijama, de ir ao cinema, do casamento para o qual não foi convidada?
Me via incomodada. Que dia era aquele, Deus? Então sacudi a cabeça repetindo que deixasse, não importava. Fosse o que fosse, não era cabível estar chateada. Acelerei e saí daquele nimbo, fui para meu nicho pessoal, na solidão que me foi atribuída, torcendo para o melhor. Dia que é dia é assim mesmo.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s