Um pouquinho de piedade

Uma amiga minha anunciou: ” Preciso de uma bolsa igual a da fulana”. Perguntei o porquê, ao que ela me veio com alguns moles de argumentos, nos quais constavam aparência e “que ela consegue guardar tudo o que precisa lá dentro”. Seguiu-se uma descrição detalhada de todo o conteúdo útil da bolsa da fulana. Estive pensando no grande problema da minha amiga sobre não ter uma bolsa ideal, e percebi que o buraco era mais embaixo: no momento em que ela tivesse a bolsa como a da fulana, aquilo tudo perderia a graça. No mínimo, rolaria uma grande decepção, e não tanto pelas grandes expectativas que ela depositou na bolsa. O fato é, estamos incansavelmente tentando nos encaixar em qualquer realidade a exceção da nossa.
Tive a maior vontade de ligar para ela e dizer: meu amor, fica calma, tá tudo ok. Não, você não precisa dessa bolsa. Você precisa de uma bolsa que seja a sua cara, em um tamanho legal para tudo que você precisa carregar, tipo aquela pomada para suas sardas, seu protetor solar fator 70, sua apostila da faculdade, uma caneta roxa e aquele batom vermelho. E não, não precisa comprar um batom rosa porque tem na bolsa da fulana, vermelho fica ótimo em você.
Vivemos na realidade em que somos impassíveis com nós mesmos, sem um pingo de auto piedade: constantemente nos comparando à realidade alheia, julgando os outros sempre a nossa frente, invejando conquistas nas quais não precisamos chegar, mas queremos chegar por puro ego. Eu te pergunto, isso te é necessário?
Vem cá, essa batalha constante com você mesmo, essas tantas batidas de cabeça na parede, são por você mesmo? Ou são pela foto que você vai postar para depois calcular o número de curtidas? Você quer se superar ou está mais preocupado em superar o colega do lado? É isso mesmo que você quer, ou simplesmente está tentando se encaixar em uma realidade alheia, na qual você não cabe?
Tenha em mente, as únicas escolhas que cabem em você são as suas, e elas precisam acontecer de acordo com a sua necessidade. As coisas dos outros não são melhores, elas só parecem melhores aos olhos de quem admira alguém que leva a vida leve, prática, de modo resolutivo e, principalmente, de acordo com seu cotidiano. Esses são os outros porque eles sabem que não precisam de nada além do que são, o que chega a partir daí só complementa.
Não adianta querer usar salto se você vai percorrer metade da cidade de metrô e fazer cinco baldeações. O salto fica legal na Patrícia, mas você vai ficar mais elegante de sapatilha e sem cara de dor. Nem ir todos os dias para academia sofrendo e adiando aquele momento, se o mais bacana para você sempre foi pilates. Não adianta comer chia se no minuto seguinte vai ter vontade de vomitar, nem goji berries se no fundo você pensa que aquilo tem gosto de antibiótico. Definitivamente não corra 15 km se nunca o fez.
Não paga de roqueira para fazer charme, nem compre uma botina porque seus amigos curtem um rodeio. Não gaste seu salário em três bolsas do mesmo modelo só porque a blogueira da moda as tem. Não troque de saia porque ele achou que a saia está curta, nem faça a barba se não quiser, você sabe que é isso que disfarça esse tamanho de queixo.
Vamos, dê uma trégua para você. Se entenda, seja bonzinho, um pouco de auto-piedade, por favor. Em um mundo onde de todos é cobrado fortaleza, admita um pedaço de fraqueza ainda que só para você. Piedade não devia ser uma palavra tão carregada. Piedade não é sentir dó, é ter compaixão e amor próprio. Levante essa voz, se permita um pouco de sinceridade, você precisa decidir entre dois pólos: ou aceita sua realidade e se encaixa a ela ou a transforme para algo do que se orgulhe.
Pegue sua mão e toque seu ombro, verbaliza aí, vai com calma, camarada. Tá tudo bem, as coisas vão dar certo. O que passou, já foi, agora vai!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s