Dor de dente

Ouvia uma conversa preocupada ao meu lado. A senhora dizia angustiada ” E agora? Como vou dizer ao meu dentista que meu médico me proibiu de operar o dente até a cirurgia do coração? “. Ela reforçava que precisava muito operar o dente e, ao mesmo tempo, notei sua falta de ar e o inchaço nas pernas. Visivelmente ela não ia bem do coração. Tive vontade de me meter no papo e esclarecer que, minha senhora, o dente agora era a menor das preocupações.
E então me forcei a pensar com o que estive me preocupando durante o dia: com a compra do mercado, onde iria achar uma salada decente para o almoço, em que hora do dia conseguiria ler alguma coisa e estudar, se chegaria a tempo ao horário da terapia, se conseguiria lavar e secar o cabelo para o jantar, e algumas outras coisas. Mas logo fui atingida por um desconforto chato ao lembrar que sim, eu tinha uma preocupação maior por esses tempos, e se tratava de uma muito maior do que todas as outras. Só de pensar nela, eu queria fugir do assunto, desconversar, pegar o primeiro jato para Marte e voltar when setember ends.  E aí você pensa “Meu Deus, para quê tanta preocupação”, eu respondo que é porque não sei o que quero da vida, e então temos a partir daí duas vertentes, meu caro. Você pode me dizer, então, que eu tenho reais causas para me preocupar, ou pode rir da minha cara.
Hoje, eu iria rir da minha cara. Qual é? Eu tenho mesmo que saber o que vai ser da minha vida? Me desobriguei a pensar novamente no assunto, me cansava. Me voltei para o pastel da feira que eu iria comprar, para as fotos que precisava tirar, para o livro que ainda não terminei de ler mas já comecei outro. Me foquei em decidir se compraria guaraná ou coca cola para reunião de sexta feira, se limpava a casa na terça ou na quinta, se dirigia pelo caminho de baixo ou pelo de cima, se faria musculação ou caminhada.
A questão é que perdemos tempo demais da vida tentando adivinhar e prever qual é o caminho certo. Para o quê? Não sabemos, mas desde que esse exato caminho não nos faça quebrar nem um osso do nariz, muito menos a cara. Queremos estar cem por cento certos de tudo antes de agir, de que teremos emprego, comida, futuro próspero, um casamento bem sucedido e completo e filhos fluentes em pelo menos três línguas, de preferência vencedores da Olimpíada de matemática de Mônaco.
Gente, chega. Para com isso, largue mão dessa vida. Pessoas que sabem onde vão estar amanhã já são chatas, imagine quem sabe o que vai ser daqui a um mês, um ano, uma vida. E pior, imagine quando as coisas não acontecem exatamente na ordem em que elas pensam que vão acontecer. Coisas surpreendentes acontecem com quem não está esperando nada. Olhe para dentro, saiba quem você é. Faça o que você gosta, um pouquinho por dia, sem planos, sem grandes anseios. Viva um dia de cada vez dando o máximo de você a cada vez que respira, não hesite em se dedicar. Quebrando a inércia, as coisas andam.
Então, pare. Não pense no que pode acontecer, no que quer que aconteça, viva. Se você não sabe o que quer fazer da vida, então definitivamente é algo que não precisa saber agora. Sabe porquê? Quando a gente precisa realmente saber de alguma coisa, a vida ensina. Então, viva, até ela te mostrar e você aprender. Preste atenção, é o tipo de ensinamento que não se deixa passar em branco. No filme “Para sempre Alice”, a protagonista descreve um momento da infância em que ficou arrasada por saber que borboletas morrem cedo. Então ela foi confortada pela mãe: elas morrem cedo, mas têm uma vida maravilhosa. Pois é, hora de parar de pensar em quando vai chegar a vida maravilhosa dentro dos padrões de beleza que você estipulou para sua vida entre quatro paredes. Deixe suas paredes caírem por terra, e você vai ver um mundo enorme onde a vida vai ser maravilhosa por si só, sem forçar a barra.
Respirei fundo e assenti. Afinal, o dente era uma bela de uma preocupação.

  • Foto por Malu Lima em Madri, Espanha
Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Dor de dente

  1. Juliana Maia Antoniassi

    Malu! Estou amando seu blog! Curti muito sua escrita, e os textos são ótimos! Considere-me uma seguidora fiel! Hehehe 😘

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s